segunda-feira, dezembro 29, 2014

Sericaia em prato de barro, sem glúten

Sericaia ou Sericá é um doce típico alentejano. Uma espécie de creme feito de leite, açúcar e ovos, e claro não pode faltar a famosa ameixa seca e doce, por cima. A cereja no topo de bolo, aqui é a ameixa.

Sempre vi a minha Tia de Elvas fazê-lo e todos na mesa choravam por mais! Ela sim fazia - o com alma e coração, a minha tia Cecília... que nos deixou cheios de boas e fortes memórias. Coragem, força, dedicação e amor....é assim que me lembro dela. A entreajuda, o sorriso caloroso e amigo que acolhia a família ficam para sempre na minha memoria. 

O Sericaia que fazia não era, de todo, igual a este, levava mais tempo a fazer. Esta versão, que não é minha, é uma vez mais retirada do programa Chef´s Academy, dada pela Chef Marlene, é mais rápida e dá também um ótimo Sericaia, claro que não consegue alcançar o sabor e a textura do Sericaia da minha Tia Cila, como carinhosamente a tratava. 

Estejas onde estiveres sei que estas com ela!
Uma fatia a nós, Tia!





Receita:
O que vamos precisar:
70 cl de leite
125 gr de Maizena
280 gr de açúcar
6 ovos
raspa de 1 limão

Mãos na massa:
Pré-aquecer o forno a 200ºC. Colocar no forno o recipiente onde vamos fazer o Sericaia. Deve estar quente, quando vertermos a massa.

Num tachinho levar ao lume o leite + farinha + açúcar. Mexer até formar um creme grosso. Adicionar a raspa de um limão e reservar, até que fique morno.

adicionar as gemas, rebentadas, ao creme ainda morno e mexer, até ficar homogéneo.

Bater as claras em castelo e envolver no creme, sempre de baixo para cima e com muito cuidado.

Verter no recipiente de barro*, que deve estar previamente quente, e adicionar canela em pó, cor cima. Rasgar com o dedo do exterior para o interior, tentando desenhar um género de um sinal + . 
Levar ao forno entre 15 a 20 min. E está pronto, quando for a servir acompanhem com as típicas ameixas de Elvas.
Este não levou ameixas, falhou na lista de compras e esqueci-me... enorme falha a minha!

*Se não tiverem um recipiente de barro, podem fazer numa tarteira de loiça (sem fundo amovível)

Espero que gostem 
*bj sem espiga 

1 comentário:

  1. Gosto muito deste doce obrigada pela partilha da receita vou fazer amanhã

    ResponderEliminar