terça-feira, abril 19, 2016

Delicia queimada de tapioca



Querem surpreender com uma sobremesa diferente? Apresento-vos a tapioca, tcharam!!

A tapioca é hoje um dos símbolos mais tradicionais da cozinha brasileira, sendo geralmente cozinhada na frigideira e acabando no prato sob a forma de crepe, doce ou salgado, ou sob a forma de pizza. Pois é, a tapioca quando largada e espalhada numa frigideira, coagula com o calor e vira crepe, aliás já falei aqui destas mini pizas

Para quem não sabe a tapioca é um produto granulado que se obtém através da transformação da fécula de mandioca em goma. Dizem ser um ótimo substituto do pão, o que para nós celiacos é mais uma opção livre de gluten, sal e gordura.

Muitos nutricionistas dizem ser um bom “combustível para quem pratica exercício”. Sendo rapidamente absorvida pelo corpo humano após o esforço físico, é uma excelente alternativa às refeições, antes e depois do treino. Logo após o exercício repõe as energias bem depressa!

Mas a receita que vos trago hoje é bem diferente daquilo que estou habituada a fazer com a a tapioca. Já que se revela tão versátil, porque não fazer um doce, em forma de bolinhas transparentes, que faz lembrar à primeira vista um leite creme e quando se prova um arroz doce?

Esta receita surpreendeu-me e surpreende quem a prova. Cá em casa é sempre um sucesso. Super simples de fazer, como se estivéssemos a fazer uma papa de aveia ou uma Maizena, económica e muitooooooooooo saborosa. Deliciem-se...

O que vamos precisar:
150 gr de tapioca
100 gr de açúcar
1/4 de leite  
2 gemas (opção)
1 pitada de sal 
1 pau de canela
1 colher de café de essência de baunilha (opção)
1 casquinha de limão (opção)


Mãos na massa:

1) Colocar 150 gr de tapioca num recipiente e cubram-na de agua. Se absorver toda a agua voltem a colocar mais e assim sucessivamente, até ficar totalmente saturada de agua e não consiga absorver mais. 
Este processo podem-no fazer de um dia para o outro ou duas horas antes de fazerem a vossa tapioca. Depois de ter absovido toda a agua - ficará com o dobro do volume.

2) Depois de demolhada, vou chamar-lhe assim, colocar ao lume o leite com a pitada de sal e o pau de canela e quem quiser a casquinha de limão (não usei). quando quente deitar a tapioca demolhada e mexer. Deixar incorporar e quando estiver a borbulhar deitar o açúcar. Voltar a mexer sem parar, tal e qual como se estivessem a fazer arroz doce. Deixar ferver sem agarrar, para que a tapioca coza.

Quando deitar goma e acharem cozida, apaguem o lume e deixem arrefecer um pouco. 
Batam as duas gemas com um pouquinho de leite e vertam na tapioca mas, cuidado não parem de mexer para não cozer as gemas. Voltem a ligar o lume, e sem parar de mexer, deixar cozer mais um pouco, até começar a ferver. 

Depois vertam a tapioca para o recipiente onde vão servir e quando frio, podem queimar tipo leite creme ou polvilhar com canela. Vão ver que vale a pena e que vai surpreender. Vão por mim! 

A tapioca existe em pacotinhos da marca Globo, à venda no Continente, Jumbo ou Pingo Doce.

*bj sem gluten
Deliciem-se...


Sem comentários:

Enviar um comentário