terça-feira, junho 28, 2016

O que leva um Celiaco para a praia ? crepes de aveia sem gluten




Crepes, tem sido a "nossa" escolha para levar para a Praia. Fresquinhos, recheados com que mais gostamos e bem acomodados lá vão eles na geleira. Comecei a levar para mim mas agora já levo para dois!

Na geleira (pequena - detesto carregar coisas para a praia) para além dos crepes, levo muita agua, fruta bem sumarente, entre melão, melancia, ameixas, ananás e por aí.... e estes palitinhos de cenoura para ir trincando enquanto leio, sabe-me pela vida!!




No Domingo fiz estes crepes no dia anterior e de manhã foi só rechear e enrolar. 
Costumo fazer numa frigideira grande, assim dá para fazerem um rolo grande e cortarem ao meio, mais rápido e mais simples de fazer e de rechear. 

O que vamos precisar:
50gr de aveia triturada sem gluten
60gr de farinha sem gluten (usei Nacional)
100ml de leite (pode ser mais ou menos consoante gostem da massa mais espessa ou mais liquida)
2 ovos inteiros
sal e pimenta a gosto

Mãos na massa:
Triturar tudo num misturador. Se a massa estiver muito grossa acrescentem mais um pouco de leite, se estiver liquida, mais um pouco de farinha. Vocês mandam!! Eu gosto deles assim mais para o grossinho, mas são gostos!
Aquecer uma frigideira anti aderente com um bocadinho de óleo de amendoim. Assim que estiver quente, cobrir o fundo da frigideira com uma camada massa. Assim que der para virar, virem e deixem mais um pouco.
Retirem e reservem. 
Desta vez para o recheio coloquei no misturador, 1 lata de atum, queijo Philadelphia, milho e triturei, no fim juntei tomates cereja cortados ao meio e triturei so mais um pouco, para se sentir os bocadinhos inteiros.
Depois é só enrolar e levar para a praia. Vai-vos saber que nem ginjas, fresquinhos então upa upa ahaha 
*bj sem espiga 
Boa Semana para todos

1 comentário:

  1. Olá Lipita,
    Mas que belos crepes...
    Em substituição do Queijo Philadelphia, eu faço este: http://paracozinhar.blogspot.pt/2015/01/queijo-de-iogurte-labna.html
    Em vez de usar uma gaze e, pendurar; costumo usar uma taça, coloco um passador, um pano da loiça cuja trama não é muito fechada e, depois coloco o iogurte. Deixo de um dia para o outro.
    No final ás vezes ainda junto umas ervas aromáticas. Para mim, este queijo de iogurte é melhor que o de marca e, ainda fica mais barato.
    O soro que fica ainda utilizo para molhos, sopa, pão, etc.
    Bjs,
    Teresa C.

    ResponderEliminar