quarta-feira, maio 01, 2013

Bolo de chocolate saudável e sem Glúten

O feriado convida a ficar por casa! Um café na mão e a companhia de uma fatia de bolo.

Estava danadinha por um bolo, mas um bolo de chocolate.
Abri o armário e nada de chocolate. Não me apetecia sair. O meu ultimo post fez-me lembrar esta farinha, e há muito que andava para fazer um bolo de alfarroba. Foi hoje!

Enganou muito bem, ficou muito parecido ao de chocolate, tanto em aspeto, textura e sabor. 
Que vos parece? Passava? 


Qual não é meu espanto, (sim, tenho o dom de me espantar a mim mesma!!) quando li algures na blogosfera que a farinha de alfarroba pode contribuir para a redução do colesterol! Meus amigos larguem o chocolate e vinguem-se na alfarroba….ah e mais, por ser muito rica em fibra natural funciona bem como regulador intestinal. Com alto valor dietético esta farinha sem glúten beneficia a flora intestinal protegendo a mucosa e reduzindo os possíveis transtornos intestinais. "I like it!!"



Comparando com o chocolate, a alfarroba apresenta inúmeras características e vantagens, para além de ser naturalmente doce, tem cerca de 1/3 das calorias e metade da gordura do chocolate. É por isso um ótimo substituto do chocolate. Aprovadíssima!!!


Para quê o chocolate, quando temos alfarroba?

Partilho a receita, em baixo, muito fácil e rápida de fazer.
Bom apetite 
*bj sem espiga


O que precisamos:

150g de margarina
75g de farinha de alfarroba
65g de farinha sem glúten Doves farm 
3 ovos inteiros
180g de açúcar – usei mascavado
Uma pitada de sal
½ colher de chá de essência de baunilha
1 colher de chá de fermento 

Pre-aquecer o forno a 180ºC

Mãos na massa:
Numa taça, derreter a manteiga no microondas.
Misturar bem a manteiga com a farinha de alfarroba.
À parte, bater os ovos com o açúcar, a pitada de sal e a baunilha.
Adicionar a mistura de manteiga e alfarroba e continuar a bater até que fique uma mistura homogénea.
Juntar a farinha sem glúten com o fermento e envolver.
Untar uma forma com manteiga e polvilhar com farinha sem glúten (usei uma forma redonda).
Levar ao forno cerca de 20-25 minutos.
Deve ser desenformado depois de 5 minutos fora do forno.

Bom apetite

4 comentários:

  1. enganaste-me bem, até mostrei ao Carlos o aspecto delicioso do bolo de chocolate, e atenção que não aprecio nada doces ;) ahah

    ResponderEliminar
  2. Uma delícia!!!
    As fotos estão lindas! Apetitosas!

    ResponderEliminar
  3. Oi, tudo bom?

    Minha mãe faz bolos de aniversário e uma das clientes descobriu que ela e o filho têm a doença celíaca recentemente.
    Aí ela pediu um bolo de chocolate recheado com brigadeiro e coberto com mousse de chocolate e nós escolhemos essa receita.

    Fizemos uma receita, usando a farinha sem glúten da marca Aminna, alfarroba em pó e açúcar demerara. Seguimos a receita como você indicou e assou em 25 minutos mesmo. Ficou BEEEEM escuro e com uma textura mais compacta.
    Aí minha mãe pensou em bater os ovos primeiro, até ficarem beeem volumosos, e então colocar o açúcar, o sal e a baunilha. Além dessa mudança, colocamos 20 g de farinha sem glúten Aminna e 45 g de farinha de arroz Urbano. A diferença foi grande em questão de leveza. A gente achou que com os ovos batidos separadamente, a massa ficou bem mais fofa... em cor, ficou igual.

    Não sabemos qual a influência de cada tipo de farinha; até procurei essa informação, mas não encontrei. Como existem várias opções de substituição, ficamos perdidos entre farinha de arroz, creme de arroz, fécula de batata, farinha de alfarroba, farinha de maracujá, de sogro, uma mistura delas, enfim... você sabe qual a mais indicada para bolos?

    Agora estamos fazendo o brigadeiro cremoso e a mousse já está pronta. Depois envio fotos para você ver o resultado ;)

    Obrigada pela receita. Apesar de não termos provado, o cheiro é delicioso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola Raíssa. Obrigada por partilhar a sua experiência. Esse é exactamente o problema dos bolos sem glúten. A conjugação dos ingredientes é crucial e as farinhas usadas fazem toda a diferença.
      Em tempos usava uma outra farinha, sem glúten, e os meus bolos não saíam nem com bom aspecto nem mesmo comestíveis. Quando descobri esta farinha fiquei fã, e não quero outra, os bolos ficam muito bons com ela. Mas tal como indicou as farinhas sem glúten de substituição, à farinha de trigo, são muitas - também já mencionadas aqui no blog. Os bolos que levam na sua confecção farinhas de arroz e fécula de batata (até mesmo as duas combinadas) ficam sempre mais fofos e leves.
      Conto fazer um post, em breve, em relação ao comportamento e à escolha de cada farinha na confecção de bolos sem glúten, achei importante a sua dica.

      Eliminar